Por que Consultoria ?

O funcionamento de um laboratório industrial requer gestão adequada, conhecimentos técnicos específicos e experiência no ramo. O laboratório, mesmo inserido numa organização maior, é uma empresa com características próprias, ele requer equipamentos especiais, pessoal qualificado, métodos validados, logística de amostras, etc. É interessante notar que a ISO9000 é o manual de qualidade das empresas, mas o setor de laboratório, por ter características próprias e especiais, requer uma abordagem específica. A norma ISO17025 preenche esta lacuna, pois ela organiza os requisitos necessários para a competência dos laboratórios, e serve como um guia para a garantia de sua eficiência. Mas a norma sozinha não faz milagres, ela precisa ser estudada, compreendida e aplicada.

A LabMor, através da atividade de consultoria, demonstra o interesse pioneiro em auxiliar as organizações na estruturação de seus laboratórios. Entendemos que o laboratório industrial é uma empresa, mesmo que ele faça parte de uma organização maior, e procuramos oferecer ferramentas para o adequado funcionamento organizacional do laboratório. Assim, a consultoria na implantação da ISO17025 e ferramentas relacionadas, é consequência natural de todo o projeto da LabMor.

Seguem então os produtos relacionados à Consultoria . A itemização deste tópico é apenas uma forma de organizar a apresentação, a consultoria pode ser customizada em função da necessidade do cliente.

Implantação da norma ABNT NBR ISO/IEC 17025 : 2005

Requisitos Gerais para a Competência de Laboratórios de Ensaio e Calibração

A norma ISO17025 não especifica o tamanho do laboratório, que vamos associar ao número de colaboradores presentes em seu organograma. Pelo contrário, ela deixa claro que os requisitos se aplicam a todos os tipos de laboratório, independente de seu tamanho. No entanto, é razoável de se imaginar que a complexidade da implantação esteja ligada ao número de colaboradores.

Pensando nisso, nós da LabMor concebemos três tipos de implantação da ISO17025, que chamamos de light, fit e master. É natural que para um laboratório com 3 colaboradores seja mais simples de se controlar a qualificação do pessoal, por exemplo, que para um laboratório com 50 colaboradores, com um grau de especificidade e divisão de tarefas muito maior. Em ambos os casos, porém, os requisitos da norma ISO17025 referente à qualificação do pessoal podem ser integralmente respeitados.

Assim, criamos a seguinte classificação:

Nº de colaboradores Tipo de consultoria Tempo médio de implantação
De 1 a 8 colaboradores Light 1 mês
De 9 a 30 Fit 3 meses
Mais de 30 Máster 6 meses

 

Os número 8 está ligado ao número máximo ideal de pessoas de uma equipe com apenas 1 responsável. O número 30 está ligado ao número médio de colaboradores de laboratório de uma indústria de grande porte com 1000 funcionários. Já um laboratório com mais de 30 colaboradores é considerado complexo.

As ferramentas em si não variam tanto em função do tipo de consultoria. A variável que importa é o tempo dispendido pelo Consultor para dissiminar e acompanhar a implantação destas ferramentas na organização. O tempo de implantação, por sua vez, depende em grande parte da implicação do comitê do cliente que irá efetivamente implantar a norma, com as ferramentas de suporte do Consultor.

É claro que estes dados são apenas orientativos. Consulte-nos, teremos o prazer de visitar sua organização e preparar um pacote adequado a sua necessidade.

Tenho interesse - Implantação da norma ABNT NBR ISO/IEC 17025 : 2005

Sistemas da Medição

Uma medição sempre tem a si associada um nível de exatidão. A pergunta do cliente do laboratório sempre é a mesma: quão certo, quão real, quão confiável é o resultado apresentado pelo laboratório? Para responder a estas perguntas, há técnicas para associar à medida o seu nível de precisão. Oferecemos consultoria para o gerenciamento e aplicação de tais técnicas.

O gerenciamento envolve os seguintes aspectos:

Identificação da(s) técnica(s) mais adequada para cada medida (gráfico de estabilidade, cálculo de incertezas, aplicação de r&R, etc..)
Estabelecimento de controles adicionais, além da calibração obrigatória,  através de peça padrão, padrão de referência, material de referência, etc.
Conselho e suporte à participação em programas de correlação interlaboratorial.
Avaliação da adequação da medida ao uso. Propostas para o eterno dilema entre o aumento da tolerância do processo ou a diminuição da incerteza de medição.


A aplicação está ligada às seguintes atividades:

Elaboração de planilhas de cálculo de incerteza de medição.
Elaboração de planilhas de aplicação do manual de M.S.A. (measurement system analysis).
Avaliação de incertezas a partir de técnicas experimentais simples
Uso do cálculo de incertezas para melhorar a qualidade da medida.


Este trabalho pode ser simples ou bastante complexo. Pode ser rápido ou pode requerer um planejamento e seguimento de atividades. A percepção do cliente quanto ao grau de confiabilidade dos resultados do laboratório, e a própria auto-confiança do laboratório com relação à precisão de seus resultados, são elementos importante na tomada de decisão, para a implementação de um programa geral de análise de sistemas de medição.

A LabMor pode ser seu parceiro neste processo. Consulte-nos, propomos a vos acompanhar nesta atividade.

Tenho interesse - Sistemas da Medição

Especificação de equipamentos

Via de regra os equipamentos do laboratório são especiais, feitos sob medida. Existem equipamentos mais comuns, como balanças e máquina de tração, que podem ser objeto de uma fabricação em série. Mas, mesmo nestes casos, cada equipamento é único e feito numa produção com volume limitado. Portanto, sempre estamos falando de um equipamento especial.

Mesmo o mais experiente viticultor precisa de uma boa uva para fazer um bom vinho, assim também um bom técnico de ensaio precisa de um equipamento de alto nível para dar um resultado de qualidade.

Nossa proposta é criar a especificação funcional do equipamento, o caderno de encargos. Este documento é o pré-projeto, é o guia que serve de base aos fornecedores para realizar a cotação da máquina. Entendemos que o caderno de encargos tem suma importância na qualidade e no preço do equipamento. Ele deve ser adequado à necessidade do cliente, e deve especificar com justeza os limites de funcionamento do equipamento, a precisão necessária da medida, o nível de confiabilidade do funcionamento.

Propomos também acompanhar a produção do equipamento, e discutir junto ao fornecedor aspectos e decisões técnicas durante a fabricação, pois entendemos que as opções do fornecedor durante esta fase implicam diretamente no resultado final do equipamento.

Nosso ramo de atuação é a área mecânica. Através de nosso portfolio de ensaios, tem-se a noção dos equipamentos com os quais trabalhamos, e para os quais podemos ser úteis na especificação funcional de seu equipamento de laboratório.

Tenho interesse - Especificação de equipamentos

Especificação e validação de métodos de ensaios

Completando a idéia do bom vinho, de nada adianta uma boa uva, se o método do viticultor não é preciso e adequado.

Escondido na especificação e na validação do método existe a análise física do fenômeno. Considerar criticamente as variáveis mais relevantes para o resultado final, e apenas adequadamente as variáveis menos relevantes é uma arte que requer o sentimento físico do fenômeno.

Assim, propomos um trabalho de criação e validação de métodos de ensaios. A criação do método pode ser pela medição do produto em campo e redução de dados, ou pode ser baseada nos princípios teóricos do fenômeno.

A validação do método é a comprovação de sua eficácia e repetitividade. A técnica utilizada pode incluir uma ou mais das opções abaixo :

  • validação através de ensaios com padrões de referência, cujos resultados são conhecidos a priori.
  • comparação com resultados oferecidos por outros métodos
  • comparações interlaboratorias
  • cálculo de incertezas de medição
  • avaliação com base em experiência prática, variando-se os fatores que influem no resultado.

Nosso portfolio de ensaios serve como base para se julgar quais métodos de ensaios somos capazes de desenvolver e validar.

Tenho interesse - Especificação e validação de métodos de ensaios